Secretário de Cultura de Caxias está na corda bamba

O secretário de Cultura, Patrimônio Histórico, Esporte, Turismo e Juventude de Caxias (MA), Arthur Quirino, pode ser defenestrado da pasta por estes dias. O prefeito Fábio Gentil (Republicanos) estaria extremamente insatisfeito com a repercussão negativa do malfadado desfile de blocos e escolas de samba realizado na terça-feira de carnaval, que tirou um pouco o brilho da festa, sobretudo depois que uma “nota repúdio” assinada pelo presidente da ‘Escola Malucos por Samba’, Cayo Cruz, viralizou nas redes sociais, após ser divulgada na blogosfera (entenda aqui).

A cabeça de Quirino ainda não teria sido degolada porque o prefeito não tem um nome para substituir o secretário de imediato. O ex-vereador Leo Barata tem a preferência do mandatário municipal e agrada ao clã Gentil, até por seu histórico, de quando esteve à frente da Cultura e saiu de lá bem avaliado – tendo sido, inclusive, o responsável pela mudança do “corredor da folia” para a Avenida Senador Alexandre Costa, hoje um dos pontos de sucesso do Reinado de Momo caxiense.

Fora o fato de Baratinha ser bem relacionado com os produtores culturais de Caxias – diferente de Quirino que, dizem, seria indigesto até para os próprios subordinados de pasta, que o engolem à força.

Mas há uma pedra no meio do caminho. ‘Baratinha’ pretende retornar à Câmara de Vereadores e já estaria em pré-campanha. Para ser candidato, LB teria de deixar o cargo já em abril, um período que o mandatário municipal considera demasiadamente curto.

 

 

Do  Blog  do  Ricardo  Marques