Ronaldo Serra oficializa candidatura a vereador de São Luís

Desde a semana passada, muitos partidos estão realizando as convenções, evento em que são oficializadas as candidaturas a prefeito e vereadores das eleições municipais, que acontecem nos dias 15 e 29 de novembro. Na manhã desta segunda-feira (14), foi a vez do PODEMOS lançar Eduardo Braide para prefeito e demais candidatos a vereadores, dentre os quais Ronaldo Serra.

Esta será a segunda investida de Ronaldo Serra no meio político. Em 2018, ele concorreu a uma das vagas para deputado federal, tendo expressiva votação, fato que fez com que ele recebesse convite do PODEMOS para fazer parte da chapa e concorrer a uma das vagas à Câmara Municipal. “Recebi com honra o convite para fazer parte dessa nova batalha”, disse Ronaldo.

Com os registros de candidatura, a corrida eleitoral ganha contornos mais definidos, visto este ser o marco considerado a largada para a disputa. Sobre as próximas etapas que farão parte da campanha, Ronaldo Serra diz estar preparado. “Nossa luta diária é extremamente política, pois entendemos que somente assim, com representantes realmente do povo, conseguiremos modificar a atual realidade de comunidades periféricas”, afirma.

O ser periférico, aliás, é uma das realidades em que Ronaldo Serra pretende atuar, visto que, apesar de jovem e iniciante na política, possui uma vasta história de atuação em movimentos sociais e de luta por direitos da parcela da população que dispõe de pouco ou nenhum acesso aos serviços públicos que qualquer cidadão deveria ter direito. “Nossa cidade precisa de alguém que pense na educação de nossas crianças e na preparação dos jovens para a vida. É fundamental que o saneamento básico chegue para todos, sobretudo à camada populacional que, historicamente, sofre com a falta de infraestrutura básica”, destaca.

Um pouco mais sobre Ronaldo
Ronaldo Serra cursou Direito. Desde bem jovem buscou se engajar em ações em prol dos benefícios da população, para garantir melhorias para a camada com maior dificuldade de acessar serviços básicos, como, por exemplo, saúde adequada, educação, moradia.

Aproveitou, inclusive, os estágios acadêmicos para continuar sua atuação em busca de uma vida melhor para todos. Um exemplo foi o papel ativo no Procon, onde lutou pela consolidação da meia-entrada; combateu os abusos nas listas de livros pedidos por escolas particulares; atuou na fiscalização de postos de combustíveis, nos estacionamento em shoppings e nos abusos da demora nas filas em bancos.

Na ONG Movimento Popular da Juventude do Maranhão, mobilizou empresas e voluntários para viabilizar ações como pré-vestibular, oficinas de teatro, aulas de inglês e espanhol, dentre outros projetos como Cinema na Comunidade, com debates; palestras de educação social; Semana de Não-Violência contra a Mulher, dentre muitas outras.