Desembargador nega rito de urgência, de ação do grupo de vereadores que fraudaram ata do PV de São João do Sóter

Depois de perderem em decisão de primeiro grau, mais uma vez a Justiça é feita, em publicação oficial de hoje (29/09), com a decisão do desembargador Raimundo Nonato Magalhães Melo , de negar urgência ao agravo de instrumento patrocinado por aqueles 4 vereadores de mandato e outros ex-pré-candidatos a vereadores, tentando validar a ata fraudulenta do PV- Partido Verde de São João do Sóter.

Com mais está derrota, o Tribunal de Justiça do Maranhão deverá confirmar a decisão de primeiro grau, que anulou a referida ata fraudulenta.

Assim, o PV confirma o apoio irrestrito para prefeito ao Dr. Tairo Rocha e vice-prefeito o Dr.  Jamis Moura.