Publicidade [660x100]

Policiais Rodoviários Federais realizavam abordagens no Km 543 da BR 316 na noite desta quinta-feira (28), no município de Caxias/MA quando, por volta das 20h, deram ordem de parada ao condutor do veículo Chevrolet/Ônix com placas de Piripiri/PI.

O condutor simulou uma parada e empreendeu fuga em alta velocidade, de imediato a equipe efetuou o acompanhamento tático ao veículo em fuga. Durante o acompanhamento, há cerca de 500 metros do local, a equipe visualizou que foi jogado, de dentro do automóvel, um volume à esquerda da rodovia.

Os policiais continuaram no acompanhamento com a finalidade de abordar o veículo, vindo a obter sucesso no Km 545, próximo ao Povoado Soledade. De imediato a equipe separou os 04 ocupantes e quando indagados sobre a viagem demonstraram nervosismo e não souberam explicar direito o motivo da viagem.

Depois disso foram levados até a Unidade Operacional – UOP/PRF para serem feitas as consultas devidas e uma revista mais aprofundada. Nesse intervalo, os policiais foram até o local onde foi arremessado o volume e encontraram uma mochila camuflada nas cores cinza e preta e ao abrir encontraram vários volumes de substância análoga a CRACK, que após pesagem apresentou a quantidade de 3,150 Kg (três quilos, cento e cinquenta gramas).

Indagado sobre a propriedade da droga, o motorista informou que trabalha de UBER na cidade de Teresina/PI e foi contratado pelo passageiro por R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) mais o combustível da viagem, para ir até a cidade de Santa Inês. Que ao chegar em Santa Inês um dos ocupantes do veículo desceu e, posteriormente, passou no local para buscar esse passageiro com a mochila. Nenhum dos ocupantes assumiu a propriedade da droga.

Os quatro envolvidos são da cidade de Teresina, sendo que dois deles já tem passagens por homicídio e tráfico de drogas. Em seguida foi dada voz de prisão aos 04 homens e foram conduzidos, juntamente com o veículo e a droga, para o plantão da Polícia Civil em Caxias onde foram enquadrados nos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas podem chegar a 25 anos de prisão.

O crack é uma mistura de cocaína em forma de pasta não refinada com bicarbonato de sódio. Ela se apresenta na forma de pequenas pedras e pode ser até cinco vezes mais potente que a cocaína. O nome “crack” vem do barulho que ele faz quando está sendo queimado para ser consumido. O prejuízo estimado para a quadrilha nesta apreensão, foi de, aproximadamente, R$ 60.000,00 (sessenta mil reais).

 

Fonte: ASCOM/PRF

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here