Policiais militares denunciam situação precária nas viaturas do 2° BPM em Caxias

Segundo informações dão conta que os militares vivem ameaçados de ser transferidos quem ousar a reclamar da gestão do comandante da unidade.

Denúncia anônima de policiais militares lotados no 2º BPM, em Caxias. Eles relatam a falta de condições para executar seu trabalho com viaturas em péssimas condições de uso. Os militares falam ainda que o comandante é um opressor e que não aceita ser questionado e ameaça transferir os seus subordinados como forma de punição quem reclamar de sua gestão. Veja abaixo o relato.


Amigo blogueiro, publique ai no seu blog como que esta a situação das viaturas do 2° batalhão na qual os policiais são obrigados a trabalhar. Além da insalubridade, as  viaturas ainda estão sem condições de trafegar, oferecendo risco tanto pros policiais quanto para a população que esta na rua. Os defeitos são vários, todas elas com pneus careca, sem ar condicionado,  problemas na parte hidráulica e muitas até sem freio. Infelizmente a tropa é obrigada a ir pra rua nessas condições, pois o atual comandante não aceita questionamentos, aliás, este comandante tem se mostrado um verdadeiro opressor, ameaçando punir aquele que questionar algo da sua gestão, ameaçando inclusive transferir aquele que não se adequar ao que ele chama de “minhas normas”. 

A viatura mostrada nas imagens cobre a maior área de  Caxias que abrange os bairros Volta Redonda, Cangalheiro, Centro, Cohab, Itapecuruzinho, Pampulha , Fumo Verde, Mutirão e outros mais. 

O espaço está aberto para o coronel Márcio Silva comandante do 2º BPM assim queira se manifestar.

Com informações; Blog do Costa