O Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) do Maranhão será inaugurado pelo Governo do Estado nesta terça-feira (10). Com a unidade de saúde, os maranhenses passam a contar com um hospital específico para atendimento às demandas de alta complexidade, destinado para prestar assistência ambulatorial e atendimento cirúrgico na área da traumatologia e ortopedia. A unidade suprirá o vazio assistencial presente nesta área e cumprirá um papel importante na redução da fila de espera por procedimentos.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressalta que a entrega do HTO é mais um marco na gestão do governador Flávio Dino. “Temos trabalhado incansavelmente para reorganizar a rede de serviços públicos do estado e, assim, oferecer melhores condições de saúde à população maranhense. Os investimentos com o HTO facilitarão o acesso a serviços especializados nesta área, permitindo que muitos cidadãos, que há anos esperam por um procedimento, possam ser atendidos, reparando a rotina de pessoas prejudicadas por conta de trauma ortopédico”, reforçou.A estrutura do HTO conta com 44 leitos (10 UTI), três centros cirúrgicos, posto de enfermagem, sala de repouso, salas de curativo, além de alas especializadas para atendimento de crianças e idosos. Com corpo clínico com mais de 45 médicos e equipamentos de alta tecnologia, a unidade oferecerá atendimento ambulatorial, marcação de consultas, análises clínicas, exames de imagem (raio-x, ultrassonografia, tomografia). O hospital permitirá tratamento de crianças com doenças musculoesqueléticas, execução de procedimentos como alongamento ósseo e o implante de próteses articulares e realização de videocirurgias.

Estatísticas – Dados indicam que 70% dos pacientes ortopédicos no Maranhão são vítimas de acidente de moto e que, por conta da demanda, há uma fila que dura de dois a oito anos para a realização de cirurgias. Diante deste cenário, desde 2015 o poder público estadual realiza cirurgias eletivas, especialmente pelo interior do estado para reduzir a demanda que cresce diariamente.

O médico ortopedista e diretor do HTO, Newton Gripp, destacou que o hospital vai contribuir consideravelmente com a redução da demanda no estado. “Mesmo com a realização de cirurgias eletivas em doze unidades de saúde pelo interior do estado, não conseguimos atender toda a demanda do estado por esse tipo de procedimento. Com uma unidade de referência, com o porte do HTO, teremos a possibilidade de atender um maior número de pacientes de forma regular. Estamos muito felizes em dar mais esse passo na saúde do estado”, afirmou.O trabalho resultou no aumento do número de procedimentos realizados tanto na capital como no interior do estado. Em 2014, 30 cirurgias eram realizadas mensalmente na capital, número que saltou para 80 em 2017. No interior, o atendimento mensal aumentou de 370 para 1,4 mil.

Com o dobro do número de leitos, atualmente oferecidos pelo estado para atendimento a pacientes com trauma ortopédico, o HTO terá capacidade para realizar 400 cirurgias por mês e será a primeira unidade da rede pública do estado a realizar o atendimento especializado em ortopedia pediátrica. A unidade possibilitará também atendimento especializado para os pacientes idosos, que são mais suscetíveis a fraturas por quedas. “Nossa proposta é, com este novo equipamento de saúde, melhorar a vida de muitos cidadãos maranhenses”, concluiu o titular da SES, Carlos Lula.

 

Fonte: ASCOM /MA

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here