Publicidade [660x100]

Um homem identificado como Francisco César da Silva Santos, foi levado nessa quinta-feira (26), à sede da Polícia Federal em Parnaíba, litoral do Piauí. Ele é suspeito de cometer crime de pedofilia, e foi preso no município de Água Doce (MA), durante operação #Underground 2 da PF.

O criminoso foi encaminhado para a Penitenciária Mista Dr. Fontes Ibiapina. Com ele foram encontrados dois notebooks, aparelhos de celular, mídias digitais como CD, pendrive e cartão de memória, duas agendas de contatos, além de peças de roupa íntima infantil. O material contém farto conteúdo de pornografia infantil produzido, recebido e divulgado por Francisco, acusado de abusar dos próprios sobrinhos de 11 e 12 anos de idade.

O material apreendido com o acusado foi apresentado na delegacia. Segundo a delegada Milena Caland, o homem residiu em São Paulo até o final do ano passado, quando acabou demitido da empresa que trabalhava. “Com isso, resolveu voltar a morar com os pais no Maranhão, mais continuou a cometer os crimes, juntamente com o restante da quadrilha que foi presa. As fotos e vídeos encontrados comprovam os abusos”, disse a delegada.

A rede de pedofilia utilizava aplicativos de mensagem instantânea para repassar os conteúdos, que chegavam a ser vendidos. Tudo acontecia através da chamada DEEPWEB, mecanismo on-line que dificulta o rastreio de quem utiliza. Morando em Água Doce, Francisco César passou a trabalhar como professor particular e dava aula para crianças. Por isso, a PF vai apurar a possibilidade de que o pedófilo tenha feito mais vítimas nos últimos meses.

Durante a operação da PF, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e 10 prisões em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Pernambuco, Acre e no Maranhão.

 

Fonte: Portal Costa Norte

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here