Publicidade [660x100]

Desde 2015 o Movimento Popular da Juventude do Maranhão vem desenvolvido uma série de ações pautadas na educação com cidadania.

Coordenadas por Ronaldo e uma equipe grande de voluntários, tais ações já atingiram de forma direta e indireta aproximadamente 8 mil cidadãos.

Como reconhecimento recente dessas ações a organização formada por jovens já atraiu a atenção da mídia local, com matéria recente publicada no Jornal Pequeno e da comunidade internacional de educação, haja vista o professor argentino Maximiliano Morel rer utilizado as redes sociais para manifestar sua satisfação com as ações aqui desenvolvidas pelo MPJM.Toda esta movimentação implica dizer que Ronaldo tem demonstrado ser capaz de levar adiante ações que tenham retorno social e impliquem verdadeiras melhorias.

Como símbolo da atual luta em defesa da Educação brasileira temos a deputada federal Tabata Amaral que ao lado de Lígia e Renan lideram o Mapa da Educação, um movimento nacional que segundo o Jornal Folha de S. Paulo: “dá voz e protagonismo aos jovens no debate e na luta pela melhoria do ensino no país”.

Analisando o perfil do Mapa da Educação e fazendo um paralelo com o MPJM, percebemos que ambos se encontram alinhados. Ao ponto de esta semana o Mapa ter divulgado post em suas redes destacando o vídeo do professor Maximiliano dedicado ao MPJM.

Ao ser procurado Ronaldo Serra afirmou: “Tudo tem acontecido de maneira muito rápida. 2019 é o ano que mais reunimos voluntários em uma única atividade, várias referências importantes da educação tem validado nosso trabalho e isto conta muito e agora, vendo o Mapa da Educação, me da muito ânimo e começo a perceber que de fato nunca estivemos sozinhos na luta. Sem contar no fato que saber que o Mapa da Educação tem semente da DeputadaTabata, quem eu admiro muito, me dá muito mais orgulho ainda.”, finalizou.Sem dar mais detalhes, Ronaldo ainda nos informou que o MPJM e o Mapa da Educação estão buscando maior alinhamento que pode resultar em ações já no início do segundo semestre.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here