Morre aos 33 anos o jornalista Egídio Brito

O jornalista Egídio Brito, internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) desde a última sexta-feira (27) com suspeitas de meningite, não resistiu aos sintomas e veio a óbito na tarde deste domingo (29) em um hospital particular de Teresina.

(Foto: Reprodução Instagram/Egídio Brito)

Apesar do hospital não ainda não ter divulgado nenhum boletim médico a pedido da família, a morte foi confirmada e lamentada nota pelo Grupo Meio Norte de Comunicação (GCM), empresa onde trabalhava Egídio, que manifestou de solidariedade e apoio aos amigos e familiares.

Confira a nota na íntegra:

COM TRISTEZA, ADMIRAÇÃO E RESPEITO

O Grupo Meio Norte de Comunicação comunica com enorme pesar o falecimento do nosso colaborador, jornalista Egídio Bráulio de Brito, vitimado por doença fatal, deixando, de forma prematura, uma grande lacuna em nosso trabalho e tristeza em nossos corações. 

Ao tempo em que apresentamos aos seus familiares e amigos o nosso sentimento de tristeza, expressamos nossa posição de solidariedade e apoio, com admiração e respeito ao legado que Egídio nos deixou enquanto esteve ao nosso lado.