Publicidade [660x100]

Foi com respeito, lágrimas, músicas e salvas de palmas que autoridades, amigos, familiares e a população de Caxias se despediram do presidente Humberto Coutinho nesta terça-feira (02), durante o velório realizado no Ginásio da Facema e no cortejo que percorreu as principais ruas da cidade.

No ginásio, que estava lotado, aconteceu a missa de corpo presente e orações proferidas pelo capelão pastor Caetano. Em seguida, o governador Flávio Dino e a Dra. Cleide Coutinho fizeram discursos emocionantes.  “Pela primeira vez, em 11 anos, eu chego aqui e Humberto Coutinho não estava me esperando. Jamais pensei que um dia eu ia assinar um decreto oficial em homenagem a esse grande homem”, disse Flávio Dino, chorando bastante.

Ele disse ainda que o presidente Humberto era um homem leal. “Humberto foi muito leal comigo”, afirmou, se dirigindo a Dra. Cleide e declarando que “você pode contar comigo; Caxias pode contar comigo. A maior homenagem que podemos dar é uma salva de palmas ao amigo Humberto Coutinho”.

Cleide Coutinho lembrou que Humberto Coutinho lhe disse, em São Luís, que o maior presente que poderia receber seria morrer em Caxias. “Agradeço a sua gentileza, que fez com que isso acontecesse perto dos amigos e da sua família”, disse reportando-se ao governador Flávio Dino.

Cortejo

Durante todo o percurso do cortejo as pessoas acenavam dando o último adeus a Humberto Coutinho. A cidade parou para acompanhar a passagem do cortejo que percorreu as principais ruas da cidade. Um dos momentos marcantes aconteceu em frente à Casa de Saúde e Maternidade onde os funcionários fizeram uma linda homenagem a Humberto Coutinho, cantando a música ‘Como grande o meu amor por você’.

Em frente a Faculdade de Ciência e Tecnologia do Maranhão (Facema), também foi prestada homenagem especial. Em seguida, o cortejo passou pela TV Sinal Verde, Avenida Senador Alexandre Costa, rodoviária, bairro Coheb, seguindo para o bairro do Itapecuruzinho onde ocorreu o sepultamento na capela da família, que fica ao lado do Cemitério Olaria.

Homenagens

“Perdemos um grande amigo, um grande líder, conciliador e muito admirado por todos. É com tristeza que nos despedimos do nosso presidente”. Essa foi declaração uníssona entre os deputados e diretores da Assembleia Legislativa que compareceram ao velório do presidente Humberto Coutinho.

O governador Flávio Dino; o prefeito de Caxias, Fábio Gentil; os ex-deputados Marcone Farias e José Gentil; o deputado federal Rubens Pereira Júnior; o ex-deputado federal Gastão Vieira; vereadores, amigos e correligionários também foram dar o último adeus a Humberto Coutinho.  “É com o sentimento de tristeza que estamos aqui na despedida de Humberto Coutinho que deixa um vácuo muito grande na política do Maranhão”, afirmou o presidente Othelino Neto (PCdoB).

“É uma grande perda para o Estado. Humberto foi um grande amigo, um companheiro. O Maranhão perde um grande político, um ser humano excelente e que tinha um coração de ouro”, acentuou a deputada Francisca Primo (PCdoB). “É uma tristeza muito grande. Ele foi um grande líder e um pai para todos os deputados. É uma perda muito grande para todos nós. Peço a Deus que o coloque em um bom lugar. Ele fará muita falta”, disse Glauberth Cutrim.

“O Maranhão está em luto. Caxias perde o seu grande herói. Nós sentimos muito a morte do presidente Humberto”, acentuou o deputado Cabo Campos. “É uma grande perda para todos nós. Ele era um bom homem, um bom pai de família, um bom amigo, um grande político não só para Caxias, mas para todo o Maranhão. Ele deixou a sua marca na história. Ele vai deixar muita saudade”, acentuou Ricardo Rios.

O deputado Alexandre Almeida afirmou que, indiscutivelmente, Humberto Coutinho conseguiu através de sua profissão como médico, transformar a vida de milhares de maranhenses, por isso ele se destacou na política. “Ele tinha a arte de ouvir; teve uma carreira muito destacada. Sujeito que vai fazer falta para a Assembleia, para o povo do Maranhão. Lamento e deixo o meu abraço e agradecimento pelo que ele representa para todos nós”, disse o deputado Alexandre Almeida.

“Fica uma lacuna. É uma perda irreparável. Ele era uma pessoa que começou a dar o exemplo pela família. Ele tinha um bom relacionamento com toda Assembleia. É motivo de muita dor a sua partida. Peço a Deus que conforte  a sua família e que o coloque em um bom lugar”, afirmou o deputado Eduardo Braide.

O prefeito Fábio Gentil disse que o nome de Humberto Coutinho ficará fincado na história de Caxias. “Ele era um ser humano de coração extraordinário; foi um político que contribuiu muito para o crescimento de Caxias; os frutos por ele plantados continuarão a ser regados. É uma perda irreparável”, disse o prefeito.  “Eu perdi um grande amigo. Ele entrou na política junto comigo e fará muita falta”, disse Gastão Vieira.

“Perdemos um líder”

O ex-deputado e diretor Institucional da Assembleia legislativa, Rubens Pereira, disse que Humberto Coutinho deixa um vácuo muito grande. “Perdemos um líder; quem o conhecia sabe o valor que tinha para a nossa região e para o Estado. Para mim foi um amigo, um irmão e um líder que eu perdi”.

“Essa perda é insuperável. Hoje o que sentimos é tristeza e uma grande lacuna para nós. Ele foi um exemplo para todos nós, como homem, como pai de família e  como político. É uma tristeza muito grande, a cidade de Caxias deve muito a ele”, disse Lino Emanuel, autônomo. Sérvula Mesquita, voluntária, que  levou um buquê de flores ao ginásio, disse que Humberto Coutinho já chegou em Caxias como um líder. “Estou com o coração partido. Eu tinha muita fé que ele seria governador do Maranhão. Que Deus coloque ele em um bom lugar”, disse chorando.

Vilma Lopes da Silva, professora aposentada, disse que a morte de Humberto Coutinho era uma grande perda para todos. Ele fez muito pela nossa cidade. Vai fazer muita falta. Estou muito triste”, disse a professora. “Para mim é uma perda irreparável. Comecei a trabalhar com ele desde o início da carreira dele como médico. Ele foi um pai para muita gente. Ele era trabalhador e honesto”, acentuou a técnica em Enfermagem Dalva de Oliveira Santos.

Agência Assembleia

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here