Início Saúde MARANHÃO: Governo entrega primeira central de abastecimento farmacêutico do Estado

MARANHÃO: Governo entrega primeira central de abastecimento farmacêutico do Estado

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, destacou que a central é mais uma ação do governo do estado que reflete as melhorias que estão sendo implementadas no Maranhão desde o início da gestão. “Essa entrega hoje é mais uma prova do avanço que temos conquistado com o esforço do nosso trabalho. Estamos empenhados em melhorar a vida dos cidadãos maranhenses e esse é o nosso foco. A central vai beneficiar a população, pois vai facilitar a distribuição dos medicamentos por todo o estado”, destacou.A distribuição de medicamentos e materiais para as unidades de saúde públicas estaduais dependia exclusivamente da logística de entrega dos fornecedores. Com a CAF, a entrega será agilizada, garantindo, assim, o abastecimento das unidades hospitalares administradas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh).

A presidente da Emserh, Ianik Leal, reforçou o avanço que a implantação da central representa para o Maranhão. “A CAF hoje é uma realidade e representa um fornecimento eficaz e racional de medicamentos. Muitos estados estavam à frente do Maranhão nesse quesito, portanto esse é um avanço imensurável. Estamos juntos trabalhando pela saúde do Maranhão e a nossa dedicação é fruto dessa preocupação em fazer o melhor”, ressaltou.

Para o coordenador da Assistência Farmacêutica da SES, Sandro Monteiro, essa é mais uma ação de fortalecimento da Assistência Farmacêutica no estado. “Desde o início da gestão, a assistência farmacêutica no Maranhão tem vivido um grande momento. Sonhamos com esse momento há 27 anos. A assistência farmacêutica é prática integrativa da Política Nacional de Saúde e, com a CAF, vamos poder executar esse trabalho de forma ainda mais eficaz”, disse.

 Primeira Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF). Estrutura possibilita maior eficiência ao atendimento das demandas. (Foto: Francisco Campos) (Foto: Francisco Campos)

O secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa, também participou da inauguração da CAF. “Essa entrega é um ato de responsabilidade da gestão, pois a condução de uma assistência farmacêutica de forma precária pode prejudicar todo o processo de assistência à saúde. Com a central, temos maior controle sob o armazenamento, o transporte e a distribuição, evitando o desperdício de medicamentos e de recursos financeiros”, afirmou.

A Central de Abastecimento Farmacêutico tem capacidade para a disposição de 2.160 pallets, isto é, mais de 6 mil itens diferentes entre medicamentos, material médico hospitalar, de expediente e de consumo; além de itens de nutrição enteral e parenteral. O espaço foi planejado para assegurar o armazenamento seguro de todos os itens. O teto, por exemplo, garante o controle de temperatura e os materiais inflamáveis ficarão armazenados em uma sala própria com porta corta-fogo.

A gerente de Abastecimento da CAF, Percyllia Batista, enfatizou a proposta da central. “A proposta é abastecer as unidades com um controle maior, evitando o desperdício e, assim, racionalizando os recursos. A central nos permitirá solucionar os eventuais problemas com abastecimento nas unidades e, consequentemente, contribuir com as melhorias na área da saúde no estado”, afirmou.

A solenidade de inauguração da central foi acompanhada por gestores das unidades de saúde de todo o estado.

Agência de Notícias

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here