Publicidade [660x100]

No dia 03 de fevereiro a Academia Caxiense de Letras perdeu um dos seus mais ilustres membros efetivos, o nosso confrade José Linhares de Araújo , ocupante da cadeira nº 4.

Contabilista prestou serviços em Caxias nas empresas de Alderico Silva e na Francastro. Onde também foi presidente do Rotary Club de Caxias.

No município de Duque Barcelar, foi suplente de juiz, professor, vereador, esportista e proprietário de Jornal.

Ele sempre comentava que iniciou sua vertente de jornalista, no Jornal “O Pioneiro” da família Castro em Caxias, com a força e apoio do grande jornalista Vitor Gonçalves Neto, que lhe deu incentivo para que continuasse escrevendo.

Mesmo já residindo em São Luís, foi um dos fundadores da nossa Academia Caxiense de Letras e sempre dando apoio a mesma.

Linhares era um escritor e poeta do real e da ficção, e como ex-seminarista, primava bastante pelo idioma de Camões.

Sua obra é vasta e intensa, dos seus mais de 300 artigos, deixou vários escritos, talvez mais de 90% em ricos detalhes sobre a história de Caxias em jornais, principalmente no “O IMPARCIAL” e o “ ESTADO DO MARANHÃO”.

No jornal da Cidade de 29/08/2001, o confrade e poeta Renato Menezes assim comentava sobre o trabalho de Linhares de Araújo.

Linhares de Araújo tem se firmado como um bom cronista da memória caxiense. Um texto fluente e agradável lhe escorre pelos dedos, registrando seu olhar em iguarias de acontecências que se esvaem com o tempo. É próprio da saudade que lhe afoga e lhe emociona os nervos.

Todos seus artigos e crônicas quando se referia a Caxias, sempre o final que ficou marcado nos seus trabalhos era “Caxias é isto”.
Por ironia do destino Linhares há anos não visitava a nossa A.C.L., mas precisamente agora no dia 26 de janeiro ele lá esteve em visita, parecendo mesmo que ali foi se despedir daquela casa de Letras do qual ele fazia parte.

Devo dizer que tinha uma amizade muito forte com Linhares Araújo, e que aqui mesmo em São Luís, ele sempre me visitava aos sábados pela manhã onde tínhamos nossos papos literários.

Fica aqui minha saudade a este grande amigo e que Deus dê forças a todos os seus familiares para tão grande perda.

Que Deus o tenha no lugar dos bons e dos justos.
Porque “Caxias é isto”.

Prof. Jacques Indandy Medeiros
Membro da A.C.L. e do I.H.G.C.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here