Justiça aceita denúncia contra suspeito de matar Gabriel Breno Nogueira

A  juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª Vara Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina, aceitou a denúncia do Ministério Público contra  o mestre de obras Deivid Ferreira de Sousa, suspeito de matar o e estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, em julho deste ano.

A magistrada destacou em sua decisão a “materialidade delitiva, bem como os indícios de autoria, podem ser comprovado através da declaração de óbito, laudo de exame pericial cadavérico, pelos depoimentos colhidos pela autoridade policial e confissão do acusado”. 

Entenda o caso

Gabriel Breno estava saindo de uma pensão na Rua Paissandu, no Centro de Teresina, quando foi atingido com um tiro pelas costas que atingiu sua cabeça no dia 17 de julho deste ano. Ele foi socorrido e levado em estado grave para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Após seis dias internados, o estudante não resistiu e faleceu.

Gabriel era natural de Caxias (MA) e estava em Teresina para estudar para as provas da Escola de Sargentos e Armas (ESA) do Exército Brasileiro. Segundo a polícia, Deivid cometeu o crime por motivação passional, pois tinha ciúmes da namorada com o estudante. 

Após atirar contra o estudante, Deivid fugiu e foi preso no dia 07 de agosto dentro de uma residência na zona Leste de Teresina. Desde então, o suspeito está preso e agora virou réu na Justiça.

Com informações: portal Piauí hoje