Motoristas e proprietários de ônibus, os quais prestam serviços para a Prefeitura Municipal de Caxias, ameaçam paralisar os serviços. O motivo seria o atraso de quatro meses nos pagamentos.

Os proprietários dos ônibus ressaltam que estão endividados com postos de gasolina e oficinas de manutenção por conta dos atrasos; os prejuízos inviabilizam a continuidade na prestação do serviço e a paralisação seria a única saída.  

Milhares de alunos do município estão prejudicados por conta do calote, estudantes da zona rural são os mais atingidos; a título de exemplo, os que residem nos povoados: Trabalhosa e Santa Rita, os quais estão sem assistir aula – por conta do ônibus responsável pela locomoção está quebrado.

A equipe do site Caxias online, recebeu na última semana, denúncia de que os ônibus responsáveis pela locomoção de estudantes na zona urbana, referente as escolas: Cônego Aderson, Inácio Passarinho e Débora Pereira, não estariam circulando por conta do calote dado pelo Governo Gentil. 

Segundo as vítimas do calote (proprietários e motoristas), a prefeitura municipal e a Secretaria de Educação até o momento não se manifestaram sobre o atraso nos repasses.

Com a palavra o prefeito Fábio Gentil…

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here