Publicidade [660x100]

A Cardiologia é um dos âmbitos da medicina mais conhecidos pela população e também um dos mais divulgados nos meios de comunicação, remete aos cuidados necessários e indispensáveis para a saúde do coração e prevenção de possíveis doenças cardiovasculares, apesar da importância, no município de Caxias não há disponibilidade de cardiologista.

A informação foi repassada por leitores assíduos do site Caxias Online na última semana. Segundo os denunciantes, não há disponibilidade do cardiologista no sistema público de saúde do município, embora, os repasses a prefeitura de Caxias chegue a ordem de mais de R$ 10 milhões mensais para a área da saúde.

O prefeito Fábio Gentil, é conhecedor de que qualquer pessoa, em qualquer idade e lugar, necessita dos serviços oferecidos pelo médico cardiologista, independentemente do seu tipo de vida, sabe ainda que é essencial todo e qualquer indivíduo fazer exames cardiológicos regularmente, porque as doenças que acometem o coração são muitas, mas ainda assim, o cabeludo insensível ignora o sofrimento de quem precisa dos serviços cardiológicos de saúde no município.

Milhares de caxienses sofrem diariamente com doenças como: Arritmia cardíaca, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, doenças da aorta, miocardiopatia, endocardite e infarto do miocárdio, e agora, outros milhares, estão na zona de risco, por conta da falta do profissional de cardiologia na rede pública do município para instruir na prevenção e tratamento.

Diante do supracitado até aqui na matéria, fica o espaço aberto para eventuais esclarecimentos do prefeito do município de Caxias e/ou da secretaria de saúde.

Com a palavra, o Governo Gentil/Marinho….

Em tempo…

A Secretaria de Saúde do município de Caxias, é atualmente comandada por, Socorro Coutinho, nomeada pelo prefeito Fábio Gentil, em meados de abril de 2017. A secretária é indicação do Clã Marinho, por tal motivo, a população atribui o caos na saúde do município ao ex-prefeito cassado por corrupção e que recentemente foi preso por não pagar pensão alimentícia.

Direto da redação/Caxias Online

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here