O ato da torcida foi convocado por mensagens em redes sociais. Por volta das 10h30, alguns torcedores começaram a chegar ao portão da Rua Álvaro Chaves. Mais tarde, eles se concentraram na Rua Pinheiro Machado. Fecharam a via para a saída do carro que levava o corpo, cantaram e aplaudiram.

Jogadores que já passaram pelo Fluminense, como Branco, Edinho e Felipe, estiveram presentes no velório nas Laranjeiras neste domingo. Jorge Macedo, ex-dirigente do Flu, também compareceu, assim como dirigentes do Internacional, clube com o qual Abel Braga tem forte relação. Fernando Carvalho e Giovanni Luigi, ex-presidentes do Colorado, deixaram Porto Alegre às pressas e viajaram para o Rio, assim como o atual presidente, Marcelo Medeiros, e o vice-de futebol, Roberto Melo. O técnico Cuca, do Palmeiras, que já trabalhou no Fluminense, também esteve presente.

O enterro foi igualmente em cerimônia reservada a familiares e amigos. Muitos jogadores do atual elenco estiverem presentes, como fizeram no enterro.

João Pedro caiu da cobertura do apartamento da família, pouco depois de Abel encerrar o treino do time no CT, na Barra da Tijuca. O técnico e o elenco viajariam a Campinas para enfrentar a Ponte Preta pelo Brasileirão. O Fluminense pediu o adiamento, e a CBF concordou. Os jogadores foram liberados no domingo e vão se reapresentar na segunda-feira. O clube decretou luto de três dias.

O presidente do Flu, Pedro Abad, esteve com Abel desde que ele recebeu a notícia. Foi até o apartamento do treinador, que, apesar da dor, se mostrou preocupado com o compromisso do time até ser avisado sobre o adiamento. Michael Simoni, diretor de saúde, cuidou das questões burocráticas, como a liberação do corpo no Instituto Médico Legal.

Na quarta-feira, o Fluminense enfrenta o Sport, no Recife, mas não há definição sobre a participação de Abel. O clube entende que o momento é de privacidade e respeito, por isso não se debateu o futuro. Leomir, companheiro histórico de Abel, e Edevaldo de Freitas, promovido de Xerém no começo do ano, são os auxiliares da comissão técnica e poderiam comandar o time em caso de necessidade.

Fonte: Globo Esporte

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here