Publicidade [660x100]
Apolônio Alencar e uma de suas grandes paixões, a produção de matrizes e reprodutores de ovelhas Dorper

O empresário Antônio Apolônio de Alencar vai receber nesta quarta-feira, dia 11, durante sessão especial da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alema), o Título Honorário de Cidadão Maranhense. A honraria foi proposta pelo deputado Rigo Teles (PV), que é o decano da Casa, e aprovada por unanimidade no dia 20 do mês passado.

Apolônio Alencar nasceu em Pio IX (PI) e chegou em Caxias (MA) em dezembro de 1972. Arrojado, começou a vida comercial vendendo rede de porta em porta para depois virar um empresário de sucesso, bastante conhecido na região onde atua nos setores industrial (Shopping dos Vidros) e agropecuário (Fazenda Flechas).

Já na década de 80 Apolônio foi agraciado pela Câmara de Vereadores com o Título de Cidadão Caxiense, proposto pelo saudoso vereador Holanda. Ingressou na Maçonaria – tendo sido venerável da Loja Duque de Caxias e delegado regional do Grão-Mestre do Maranhão. No mesmo período também ingressou no Rotary Club. Nos anos 90 foi eleito presidente da Associação de Criadores de Caxias e vice-presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), tendo exercido a Presidência em substituição ao saudoso Guilherme Bezerra, que se afastou do cargo para concorrer à eleição de prefeito de Caxias.

Pai do ex-vereador Ironaldo Alencar – que foi cinco vezes presidente da Câmara Municipal de Caxias e hoje é articulador regional da campanha de reeleição do governador Flávio Dino –, Apolônio foi várias vezes convidado para concorrer em eleições majoritárias municipais de Caxias, fosse como candidato a prefeito ou vice, porém sempre declinou dos convites, apesar de nunca esconder o lisonjeio pela honraria dos convites.

Ainda assim, participou ativamente de todas os pleitos estaduais e municipais das últimas quatro décadas, tendo sido um parceiro de primeiro momento do saudoso Humberto Coutinho, com quem manteve um laço de amizade muito forte até o passamento do grande líder político, em janeiro deste ano.

Fonte: Por Ricardo Marques

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here