Na noite de sábado, dia 11 de novembro do corrente ano, após lamentável cena de ciúme, o irmão do Prefeito de Pinheiro atentou novamente contra a vida de sua ex-companheira, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva. Na tentativa de reconstituir a família, em um jantar para possível reconciliação, o agressor, Lúcio André Genésio, forçou a vítima a postar foto do casal em suas redes sociais, obrigando-a, ainda, a lhe entregar seu celular, para que pudesse verificar a existência de conversas com algum outro homem. Em razão da negativa da vítima, que ainda chegou a postar uma foto apenas das mãos do “casal”, o agressor pediu a conta e informou que a deixaria em casa.

No caminho para a casa da vítima, após tirar a força o celular de sua bolsa, Lúcio André Genésio a espancou do restaurante, que ficava na Lagoa da Jansen, até sua casa, localizada na Cohama, onde a expulsou a chutes do carro.

Após empurrar a vítima pra fora do veículo, que não tinha mais forças sequer para pedir socorro, acelerou o carro com a intenção de atropelá-la, tendo sido impedido por uma vizinha, que o agressor acreditou ser agente de Polícia.

Outros vizinhos, ao perceberem a ocorrência, efetuaram a prisão em flagrante de Lúcio André Genésio, que, embora prometendo MATAR a vítima, já se encontra solto. A vítima se encontra hospitalizada, recuperando-se lentamente de todos os traumas físicos, mas sem previsão de recuperação dos traumas psicológicos causados

Em 2016, Lúcio André Genésio já havia espancado Ludmila que estava grávida de 05 (cinco) meses do filho do “casal”, na cidade de Pinheiro/MA, onde seu irmão é Prefeito, atualmente. )Do Blog do Neto Weba)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here